Principais problemas que afetam a visão

A criança vai desenvolvendo a visão desde o seu nascimento, até alcançar uma visão completa, aos 05 anos de idade. Desde o período antes do nascimento, a visão deve ser tratada com importância, o pré-natal adequado é essencial para esse primeiro passo na vida de cada um, pois, existem problemas como rubéola e toxoplasmose que afetam as mães e o bebê acarretando desde problemas neurológicos até mesmo a cegueira. Logo nos primeiros meses de vida, a atenção à visão também deve ser tratada em caráter especial, a conjuntivite é um problema recorrente nesta fase da vida: vermelhidão, irritações, lacrimejamento devem ser tratados por um especialista o mais rápido.

As crianças, inúmeras vezes, não percebem ou identificam problemas na visão, para tanto, os pais, educadores e todos envolvidos no cuidado devem estar atentos a queixas de dores de cabeça ou mal estar após algum esforço visual ou mesmo o desinteresse por leitura. Franzir a testa para enxergar objetos distantes ou se aproximar muito de cadernos ou livros para ler também são indícios da necessidade de procurar um oftalmologista para avaliação da visão da criança.

Tratar com naturalidade os problemas visuais do bebê e da criança é uma questão de extrema importância para que a criança se sinta segura e tranquila com consequente aceitação do tratamento seja ele dependente do uso de óculos ou não.

Principais problemas que afetam a visão

Lentes De Contato

O uso de lentes de contato é uma forma eficiente para corrigir a visão, sendo indicado principalmente para fins estéticos, substituindo os óculos em caso de miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia ou para mudar a cor dos olhos. Devido ao contato constante com olhos, as lentes necessitam de cuidados especiais como limpeza e desinfecção diárias, quinzenais e/ou mensais, bem como um acompanhamento periódico do oftalmologista.

O Uso dos óculos

-Óculos corretivos (com grau) devem ser prescritos pelo oftalmologista após exame completo e detalhado do paciente.
-Os óculos podem ser necessários em crianças com menos de um ano de idade, como também em adultos.
-As lentes devem ser de material de boa qualidade – acrílico ou vidro.
-Uma criança que precisa, mas não usa os óculos, está sendo prejudicada em sua capacidade de aprendizado e em sua forma de observar as coisas ao seu redor.
-Se o uso dos óculos é necessário em uma criança, os pais devem apoiá-la, transmitindo naturalidade com relação ao uso dos mesmos, a fim de contribuir para os bons resultados do tratamento.


Em caso de dúvida, consulte seu oftalmologista.